Pinktips Socio: O Auto da Compadecida

É bem provável que você já tenha dado várias gargalhadas com a obra O Auto da Compadecida, seja pelas travessuras de João e Chicó, seja por evocar lembranças sobre sua vida (se você for do Nordeste do Brasil). Mas se existisse outra forma de ver esta obra para além da comicidade ? Será que podemos falar de uma Sociologia do Sertão por trás de tudo ?  

 As relações de poder e desigualdade são temas da Sociologia desde sua fundação. O Brasil é um país que guarda uma profunda disparidade entre as classes sociais e isso se manifesta nas dinâmicas do campo e da cidade. Toda a trama por trás da narrativa apresenta Taperoá como um espaço demarcado pelo poder dos coronéis, subserviência institucional da religião, exploração do trabalho em uma lógica pré-capitalista e até desigualdade de acesso à educação. No século XXI muito já se modificou nesta forma de dominação, restando alguns traços atualizados pela dinâmica própria da sociedade. Podemos pensar com O Auto da Compadecida como uma sociologia histórica da formação do Brasil.  

Uma cidade onde o poder concentrado gera opressões de diversos tipos e manutenção dos estratos daquela sociedade com mobilidade muito reduzida. Tem-se o chefe de um bando de cangaceiros ser perdoado no julgamento pós-morte por este banditismo social ser fruto de uma estrutura econômica que fadava pessoas a morrerem de fome e serem violentadas pela brutalidade do uso da força policial daquele modelo de estado subserviente ao status quo. A obra ainda apresenta a possibilidade de discutir racismo, apresentando um cristo negro que choca todas aquelas pessoas da cidade, revelando que a construção do interior do país manteve a lógica de divisão racial entre brasileiros afro-indígenas e brasileiros brancos.     

O Auto da Compadecida é um filme do ano de 1999, baseado na obra do escritor Ariano Suassuna e dirigido pelo pernambucano Guel Arraes, com produção da Globo Filmes. A película conta a história de Chicó e João Grilo, dois sertanejos que vivem de golpes em sua pequena cidade do interior da Paraíba. Após uma invasão de cangaceiros, João acaba no juízo final, onde não pode dar golpes.

Você assiste a este filme na Cinemateca Pernambucana. Para acessar, copie o link abaixo e cole numa aba online do navegador de sua preferência:

  http://cinematecapernambucana.com.br/filme/?id=3142

#multiHlab #midialab #fundaj #sociologia #cinema #oautodacompadecida 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>