Pinktips Cinema: curta-metragem Entre Pernas

O curta-metragem de ficção Entre Pernas é roteirizado e dirigido por Ayla de Oliveira. No filme uma personagem se diz atacada pela lenda urbana da perna cabeluda, figura do imaginário popular pernambucano famosa. Em sua sinopse, descreve-se: “Quais mecanismos você usa para materializar o que está oculto na mente?”. O mito da Perna Cabeluda assombrou e alimentou o imaginário da população pernambucana na década de 70. Aqui, 49 anos depois, a história ganha ares fantásticos. A ida a fortaleza da delegacia é o mecanismo da Mulher que se diz vítima da Perna. Em uma tentativa de se fazer ouvir, ela vai de encontro a materializar o oculto. 

A partir do conto da perna cabeluda, podemos pensar o papel da comunicação de massa na formação do imaginário popular. A estória criada pelo jornalista pernambucano Raimundo Carreiro se espalhou pela região metropolitana do Recife nos anos 1970 e modificou hábitos de vários jovens e adultos daquela década. A narrativa veiculada no jornal rapidamente foi incorporada ao imaginário social popular e até hoje é possível encontrar pessoas que viveram àquela época e mencionam o perigo da famigerada perna cabeluda. Essa ligação entre comunicação de massa e imaginário popular não é um fenômeno social restrito aos anos 1970, em tempos de hiperconectividade e multiplicação dos meios comunicação o imaginário social constrói e é construído a partir de narrativas midiáticas.

O curta foi incentivado com apoio do governo do estado de Pernambuco através da Fundarpe, categoria Ary Severo para diretores estreantes o que possibilitou a realização do roteiro com uma grande equipe. Entre Pernas, premiado, circula em mostras e debates assistido por milhares de pessoas em festivais de cinema, canal de TV e cineclubes. Conta com um currículo bem extenso de exibições: 

Mostra de CINEMA – SESC 2019- Pernambuco

11º Festival de Cinema de Triunfo – Mostra Competitiva de Curta-metragem Pernambucano (Triunfo, PE)

III Festival internacional de cinema fantástico POE – Mostra Competitiva Nacional (São José dos Campos, SP)

II FINCAR – Festival Internacional de Cinema de Realizadoras (Recife, PE)

 25º Festival de Cinema de Vitória – Mostra Competitiva Nacional (Vitória, ES)

3º Curta Canedo (Senador Canedo, GO)

 Mostra de Curtas-metragens LECCORPO (Petrolina)

8º Sercine (Sergipe, SE)

III Palco Preto (Recife, PE)

III Mostra de Cinema Cine Horror (Salvador, BA)

II Sessão Macabra no Chico Triste – “Exibição Especial com os vencedores do 3º Festival Internacional de Cinema Fantástico” (São José dos Campos – SP)

20º Festcine (Recife, PE)

 2º Cine Cariri (Ceará)

3ª Mostra LUGAR DE MULHER É NO CINEMA

Exibição TV PE no Ar

3ª Mostra Sesc de Cinema

12º Festival de Cinema de Triunfo – “Mostra Absurda” (Triunfo, PE)

 Monstro: Mostra de Cinema Fantástico de Jacareí (Jacareí, SP)

Iniciando como roteirista de longa-metragem, formada em realização audiovisual pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro, RJ, Ayla de Oliveira trabalha na criação lúdica e subjetiva da misancene de cinema e teatro de obras autorais e conjuntas. Atriz, performer, astróloga e pesquisadora de cultura e educação. Educadora em roteiro e técnicas cinematográficas para projetos e realizações de filmes e vídeos para infância, juventude e adultos. 

Assista ao filme na plataforma Vimeo, pelo link:  https://vimeo.com/222894193 , colocando a senha: maisumavez 

Marca quem você conhece pra ver filme pernambucano premiado e boa sessão!  

#multiHlab #midialab #pinktipscinema #cinema #curtas #pernacabeluda #recife #mulheresnoaudiovisual 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>